Tata Estanicki sobre a maternidade: “Não tem explicação a quantidade de amor que a gente sente”

Empresária, influenciadora e, desde 2020, Tata Estaniecki foi promovida ao cargo mais importante – e especial – de sua vida: o de mãe da pequena Bia, fruto de seu relacionamento com o youtuber Júlio Cocielo. “Bibi”, como é carinhosamente chamada pelos pais, acaba de completar o seu primeiro aninho, e mostrou uma nova visão do que é amar para Tata. Um sentimento bem diferente do amor que ela já conhecia.

“Não tem explicação a quantidade de amor que a gente sente. Só depois que a gente vira mãe que entendemos”, conta ela ao DOMÍNIO POP.

Atualmente, Tata está focada em sua carreira como influenciadora, mas também se divide ao comandar a marca de sapatos  Louth Shoes, nascida da parceria com a irmã, Louise Estaniecki. Ela também divide o microfone com Flavia Pavanelli no podcast Pod Delas. Sobre como ela faz pra conciliar tudo isso? Tata, a nossa capa de maio, conta pra gente no bate-papo abaixo:

Foto: Whagner Duarte

DOMÍNIO: Estamos no mês das mães e preciso te perguntar sobre a fofa Bia. Como está sendo conciliar a sua rotina com a maternidade?
Tata: Graças a Deus eu tenho uma rede de apoio muito boa que eu super confio. No começo foi mais difícil, mas agora eu já estou mais acostumada. É difícil sair de casa e deixar a Bia chorando, mas agora já estou explicando mais pra ela, dizendo “a mamãe sai, mas a mamãe vai voltar…” A gente tem que dar conta e no fim a gente dá conta, então tá rolando. No começo é mais difícil, dói o coração, mas aos poucos a gente vai acostumando. 

Qual é a melhor coisa sobre ser mãe? 
Independente de qualquer coisa é olhar pra sua filha e ela estar sorrindo, pedindo por você, a amamentação também é um momento muito mágico, forma uma conexão muito boa. Lógico que a maternidade também tem o lado do cansaço, do esgotamento, mas também é algo recheado de amor. Não tem explicação a quantidade de amor que a gente sente. Só depois que a gente vira mãe que entendemos. 

Você pensa em ter mais filhos? 
Sim, a gente pensa em ter mais filhos, mas pretendemos pensar nisso a partir do ano que vem. Não queremos que tenha um espaço muito grande entre a Bia e o nosso próximo filho. 

Foto: Whagner Duarte

Como você e o Cocielo dividem os cuidados com a bebê?
Eu e o Júlio a gente sempre divide tudo desde que a Bia nasceu. Ele é o trocador de fraldas oficial. Quando ela era menorzinha e ela acordava, ele que pegava ela no berço, trocava a fralda e me entregava ela bonitinha para dar o mamá. Depois, ele que fazia ela arrotar e colocava pra dormir. No meu pós-parto eu tive muito a ajuda dele, então eu consegui muito dormir bem, descansar… Ele é muito parceiro. E até hoje, a gente divide: como a Bia ainda acorda à noite, tem dias que eu acordo, outros ele que acorda. No final não fica cansativo pra nenhum dos dois. 

Seu podcast com a Flávia, o Pod Delas, está bombando. De onde veio a ideia de criar esse projeto? 
Observamos que, hoje em dia, o formato que está sendo mais consumido é podcast. A gente que vive na internet precisa se reinventar o tempo inteiro pra se manter, né? Então quando eu percebi que não tinha um podcast voltado pro nosso púbulico, eu tive a ideia, chamei a Flavinha e tiramos a ideia do papel juntas. Eu tive a ideia, mas a gente criou tudo em conjunto, em parceria. 

Qual é o convidado dos sonhos do podcast? 
Sonhando bem alto, acho que Anitta e Marília Mendonça. A gente é muito fã delas, e seria um sonho poder entrevistá-las assim de pertinho. 

Quais são os fatos que você mais ama em seu trabalho como influenciadora? 
O principal de tudo é o carinho que as pessoas têm comigo. É surreal imaginar que existem milhões de pessoas que te acompanham, gostam de você, acreditam no que você fala, compram o que você vende e te apoiam em todos os projetos. É muito gratificante, eu não tenho nem palavras pra isso. Eu também gosto do fato de não ter rotina, de lidar com criatividade, mudança, inovação… Antes da pandemia, a gente viajava bastante e o trabalho como influenciadora me fez chegar em lugares que eu jamais imaginaria 

Quais feitos você ainda pensa em alcançar na sua vida?
Eu sou muito grata por tudo que eu tenho, acho que já cheguei em um lugar que eu jamais imaginaria chegar. Mas, como sou atriz por formação, eu ainda sonho em fazer alguma novela, um filme, algo desse tipo. 

E qual foi o momento em que você pensou “cheguei onde eu queria”?
Ser reconhecida por marcas que eu sou fã, que sou consumidora. Quando você tem esse reconhecimento, quando uma marca entra em contato com você pra fazer uma publicidade, um trabalho, cai a ficha de que eu cheguei onde eu queria. E também ter a minha família formada e sólida é muito bom. 

Foto: Whagner Duarte

Um sonho de consumo que seu trabalho te permitiu ter?
Todo brasileiro tem o sonho de ter a sua casa própria, né? E isso foi algo que o trabalho me proporcionou: ter a minha própria casa. 

Falando sobre beleza, quais são os 3 produtinhos milagrosos que você sempre tem à mão? 
Eu sou a doida do skincare. Eu não vivo sem água termal, hidratante e protetor solar. Com certeza esse é o meu trio que eu não saio de perto. 

Qual segredo de beleza você aprendeu depois que se tornou mãe?
Olha, eu aprendi, mas não consigo praticar (risos) que é o ato de dormir, descansar… Difícil, viu!? Não consigo! E foi aí que percebi a importância de uma boa noite de sono. 

Mais capas:

Comments

comments

Leave a Reply
Your email address will not be published. *

Click on the background to close