Será que o seu relacionamento já chegou no limite?

Às vezes chegamos a um estado de esgotamento físico, emocional e psicológico em relacionamentos, seja na esfera pessoal ou profissional – e isto pode ser devido a múltiplos motivos e, por fim, você acaba encontrando pelo caminho tantos outros catalisadores. 

Leia também:

Segundo o neurofilósofo Fabiano de Abreu, estudioso da mente humana, a desistência do outro se dá pela falta de perspectiva daquele que é o alvo das suas expectativas. “Onde a preguiça se instala, não pela falta de investimento afetivo ou irresponsabilidade na dinâmica da relação, mas pela desistência das ações que tinham por objetivo inicial a reciprocidade, quando não há o retorno esperado, uma sensação de cansaço, de desesperança, toma conta de nós, até chegar a desistência.” 

Previsibilidade das relações

Erros são normais em qualquer área da vida, e não seria diferente na área do amor e dos relacionamentos. Acontece que para tudo há um limite. Se atitudes erradas são constantes e não existe uma perspetiva de mudança, a relação se torna previsível e desesperançosa.

O neurofilósofo acredita que uma vez estabelecida na nossa mente um padrão de comportamento do outro, nos tornamos incrédulos em uma mudança: “Passamos a prever um comportamento futuro, com base na experiência prévia.” 

Ciúme excessivo

Ao contrário do que muitas pessoas acreditam e do que muitos livros e filmes nos mostram, o ciúme não deve ser sempre relacionado a grande afeto e ao amor. Muitas vezes, as atitudes de uma pessoa ciumenta passam do controle e se tornam excessivas, ultrapassando as barreiras de um relacionamento saudável.

Abreu afirma que muitos assumem a posição de juízes em um relacionamento, quando, na verdade, deveriam ser parceiros. “O julgador é plenamente incompetente na interpretação do outro”, comenta ele. 

Falta de afeto

Uma das mais valorizadas e importantes características de um relacionamento é o afeto. Se o casal nunca troca elogios, gentilezas, carinhos, é hora de repensar a relação que você esta vivendo. Não permaneça em um relacionamento sem admiração e cuidado mútuo.

Ponto de retorno

As pessoas são movidas pela esperança e, para alcançar metas, fazemos diversas tentativas. No entanto, quando o assunto é relacionamento, nem sempre é uma boa ideia persistir em algo que não esta mais dando certo. Ao retornar a um relacionamento desgastado, sempre se torna mais complicado conseguir retomar apenas os momentos bons e felizes. As más lembranças também estão no pacote. Pense bem antes de tomar essa decisão!

Comments

comments

Leave a Reply
Your email address will not be published. *

Click on the background to close