Sandy relembra turnê histórica de reencontro com Júnior: “Não sou aquela pessoa”

Em 2019, a dupla Sandy e Júnior se reencontrou para uma turnê histórica. Em comemoração aos 30 anos de carreira, os dois rodaram o Brasil, além de se apresentarem em Lisboa e Nova York. Porém, ver algo assim acontecendo novamente com os artistas pode ser algo bem distante, viu!?

Leia também:

Em uma entrevista bem sincera com Marcos Mion, Sandy revelou que, apesar de ser extremamente grata pelos frutos colhidos pela turnê Nossa História, aquela rotina não tem muito a ver com ela. “Eu fui muito feliz cantando com o meu irmão, fui muito feliz na turnê do ano passado, mas eu não sou aquela pessoa”, disse ela. “Eu me diverti, corri pro abraço, me joguei de verdade, foi muito legal. Foi interessante saber que eu ainda sei ser aquela artista. Eu estava com muito medo de novo, assim como naquele momento atrás quando fui ser a Sandy solo me deu medo do que eu ia encontrar, ano passado me deu muito medo também. De ‘será que sei ser essa artista pop, subir em palco gigantesco, com LED, com banda, balé, holofote, gente esperando, filas quilométricas, 100 mil pessoas na Cidade do Rock, um Rock in Rio só pra nós.”

A cantora também contou que não tinha ideia de que a turnê ganharia a dimensão que ganhou. “O projeto era para ter 10 shows, era para ser em lugares muito menores e depois virou tudo aquilo, uma turnê gigantesca, uma loucura. Eu já estava assustada sem saber. E aí fui lá e vi que conseguia e foi maravilhoso isso. Entender que tenho essa versatilidade, ainda tenho essa veia pop se quiser explorar. Foi uma experiência muito rica, um aprendizado enorme, até para conquistar um pouco mais de confiança. Mas eu sou a Sandy solo, estava louca para voltar pra isso aqui e agora estou muito realizada e feliz com tudo o que aconteceu no passado e muito feliz em poder voltar ser só eu.”

Veja a entrevista com a Sandy na íntegra:

Comments

comments

Leave a Reply
Your email address will not be published. *

Click on the background to close