Ross Butler, de “13 Reasons Why”, nega ter conspirado com Courtney Love para matar ex-marido de Frances Bean Cobain

O ator Ross Butler, de 13 Reasons Why, pediu para ser retirado de um processo recente alegando que ele estava envolvido em uma conspiração de roubo e assassinato contra o ex-marido de Frances Bean Cobain, Isaiah Silva.

Leia também:

De acordo com a Billboard, um processo foi aberto em maio desse ano por Silva. Em documentos judiciais, o músico acusa a cantora Courtney Love (mãe de Frances Bean Cobain), juntamente com Sam Lutfi, Ross e outros de “conspiração para cometer roubo, invasão de domicílio, assalto, agressão, seqüestro e assassinato.” OMG!

Silva disse que o conflito ocorreu por causa da posse da guitarra Martin D-18E do falecido guitarrista Kurt Cobain, que ele alega que Frances deu a ele em 2014 como um presente de aniversário. De acordo com o TMZ, Silva conta que Ross, Love e Lutfi invadiram sua casa em 2016 “o sequestrou, assaltou, agrediu sexualmente e tentou assassiná-lo.”

Segundo Ross alega, ele realmente esteve na casa de Silva nessa época, porém não houve roubo e muito menos tentativa de assassinato. “Eu entrei na casa e fui recebido com calma e amigavelmente por Silva… Silva estava frágil, emaciado e tinha um odor terrível. A casa também estava bagunçada e tinha um mau cheiro”, conta o ator.

“Eu nunca entrei em uma conspiração ou concordei em cometer qualquer crime contra Silva. Nunca conspirei com mais ninguém para assassinar ou sequestrar Silva… ou tomar posse de um violão que Silva afirma que a Sra. [Frances] Cobain lhe deu de presente”, continuou ele em depoimento.

Courtney Love, por sua vez, contou à MTV que as acusações eram “infundadas e sem sentido”.

 

 

 

Comments

comments

Leave a Reply
Your email address will not be published. *

Click on the background to close