Preenchimento labial: o que você precisa saber antes de fazer

É fato: o preenchimento labial já é um hit! A prática que consiste em dar volume aos lábios, melhorar o contorno ou corrigir traumas locais ganhou o mundo e se tornou um desejo pra muita gente. Se você pensa em aderir ao procedimento, saiba que é preciso tomar alguns cuidados na hora de escolher quem o fará. A gente te ajuda com algumas dicas ao longo dessa matéria, vem ver.

Leia também:

Como é feito?

“A técnica mais utilizada é o preenchimento com ácido hialurônico”, conta a Dra. Kamila Godoy, cirurgiã dentista, membro da Associação Brasileira de Ortodontia e especialista em ortodontia e harmonização orofacial pelo Miami Anatomical Research Institute. “É uma substância presente no nosso organismo que, dentre outras funções, preenche o espaço entre as células da pele, deixando-a firme e lisa. Além disso, a pele fica mais hidratada, já que o ácido também tem essa função no local aplicado. Mas, embora o preenchimento labial seja uma opção segura, há uma série de dúvidas (e inverdades) sobre esse procedimento.”

Fica natural?

Segundo Kamila, a aparência do preenchimento labial, assim como qualquer outro procedimento, vai depender do grau de qualificação do profissional. “O resultado tem relação com a técnica de aplicação, com o tipo do produto e com a vontade do paciente. A naturalidade é o que mais buscamos na harmonização dos lábios.” Leve em conta, ao escolher o profissional, sua formação, experiência e referência de trabalhos executados. Assim você terá uma maior noção sobre o que será feito.

O resultado é imediato?

Assim que é feita a aplicação, já é possível notar o aumento do volume dos lábios. Nos primeiros dias, ainda há um pouco de inchaço, mas logo a substância “se acomoda” e o preenchimento acaba ficando mais natural.

Vale lembrar que a aplicação pode ocasionar equimose e inflamação no local da injeção, mas os efeitos são passageiros e controláveis com o suporte do profissional.

Quanto tempo o volume fica nos lábios?

O preenchimento dura em média 18 meses. Após um ano, é indicado uma consulta para possível ajuste de anatomia, forma e volume. 

Qualquer pessoa pode fazer?

Há casos em que o procedimento não é recomendado, como em mulheres grávidas ou que estejam amamentando. “Pessoas que possuem algum tipo de doença crônica ou alguma inflamação/infecção nos lábios, como, por exemplo, herpes, devem evitar o procedimento”, diz Kamila Godoy.

Quais são os tipos de preenchimento mais comuns?

Os tipos mais comuns de preenchimento são: volumização, contorno, hidratação e efeito gloss. 

O procedimento dói?

O próprio ácido hialurônico tem apresentações que já possuem anestésico em sua composição. Além disso, se o paciente e o dentista concordarem, é possível aplicar anestesia local.

Quanto custa?

O preenchimento labial varia de R$ 1.000,00 à R$ 5.000,00.

Comments

comments

Leave a Reply
Your email address will not be published. *

Click on the background to close