Oscar anuncia novas regras de diversidade e inclusão para os indicados a melhor filme

As mudanças visando mais diversidade estão – finalmente! – chegando ao Oscar. A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas anunciou esta semana uma algumas alterações nos padrões que os filmes terão de cumprir para serem nomeados para a cobiçada categoria de Melhor Filme.

Leia também:

“Os padrões são projetados para encorajar a representação equitativa dentro e fora da tela para melhor refletir a diversidade do público que vai ao cinema”, disse a Academia em um comunicado.

“A abertura deve ser ampliada para refletir nossa população global diversificada, tanto na criação de filmes quanto no público que se conecta a eles. A Academia está empenhada em desempenhar um papel vital em ajudar a tornar isso uma realidade“, declarou o presidente da Academia David Rubin.

A partir de 2024, os filmes deverão atender a pelo menos dois dos quatro padrões pré-estabelecidos pela Academia. São eles: ter negros ou latinos em papéis de protagonistas ou coadjuvantes, ou 30% do elenco composto por grupos pouco representados, ou narrativa principal focada nestes grupos; ter um número determinado de membros de grupos pouco representados, como mulheres ou pessoas com deficiência; oferecer cargos pagos de estágio ou de aprendizado para membros de grupos pouco representados nos estúdios, distribuidoras e produtoras; e ter cargos de liderança nos estúdios e/ou produtoras preenchidos por membros de minorias ou grupos pouco representados. As informações são do G1.

Esses novos padrões não entrarão em vigor até 2024 – enquanto isso, o Oscar de 2021 segue marcado para o dia 25 de abril. 

Comments

comments

Leave a Reply
Your email address will not be published. *

Click on the background to close