Mundo ultrapassa marca de 1 milhão de óbitos por covid-19

A contagem de vidas perdidas pela covid-19 atingiu um número trágico: 1 milhão de mortos em todo o planeta, menos de 9 meses após a primeira morte confirmada. A informação foi confirmada pela Universidade Johns Hopkins, dos EUA, com base nas informações passadas por cada país.

Leia também:

A velocidade da pandemia também assusta: enquanto o mundo levou seis meses para registrar os primeiros 500 mil óbitos, foram necessários apenas três meses para o registro das outras 500 mil vidas perdidas. As últimas 100 mil mortes foram registradas em apenas 12 dias.

Atualmente, os países que mais registram casos fatais são os Estados Unidos, Brasil, Índia, México e Reino Unido. Nesta segunda, 28, segundo o consórcio de veículos de imprensa, o Brasil contabilizava mais de 142 mil óbitos.

Aceleração da pandemia

A triste marca é alcançada em um momento que a pandemia ganha força em países da Europa. Por conta do aumento de casos, a região de Madri, na Espanha, impôs novas regras de distanciamento social. Desde segunda, 28, 167 mil habitantes só podem sair de casa para trabalhar, ir ao médico ou levar seus filhos para a escola.

No Reino Unido, quase metade do País de Gales estará em confinamento local. Na França, já se fala em um novo lockdown, com o objetivo de evitar “uma segunda onda mais difícil de administrar para os hospitais e unidades de terapia intensiva (UTI) do que a primeira”.

No Brasil

Por aqui, a média móvel de casos e óbitos causados pela covid-19 está estável. Nesta segunda, 28, 385 novas mortes foram registradas em todo o país, com mais de 16 mil casos confirmados.

Nesta terça, 29, o Brasil já conta com quase 4,8 milhões de diagnósticos positivos do novo coronavírus.

Foto: Unsplash

Comments

comments

Leave a Reply
Your email address will not be published. *

Click on the background to close