Majur fala sobre resistência LGBTQ+ em entrevista à Gay Times: “Temos que ter coragem”

A cantora Majur é a estrela convidada para estampar a capa da revista Gay Times, uma das mais famosas do mundo voltadas para o público LGBTQ+. Em entrevista, a artista brasileira falou sobre resistência e deu detalhes sobre sua infância com a mãe, Luziane.

Leia também:

“Tive uma educação simples, éramos só eu e minha mãe, Luziane. Ela cuidou de mim; Eu era muito jovem quando meu pai foi embora”, disse ela. “Ela costumava reciclar lixo por dinheiro. Eu frequentemente acabava ajudando ela também. Hoje eu percebo tudo pelo que ela passou. Ela me ajudou a me amar do jeito que eu era.”

Perguntada sobre sua participação na música AmarElo, com Emicida e Pabllo Vittar, ela disse que a letra carrega uma mensagem de força para pessoas que são oprimidas. “Sei que tem gente com medo porque o Brasil é um dos países que mais mata LGBTQIA + no mundo, mas ainda temos que ter coragem e nos fazer ouvir. Não há outra opção.”

Comments

comments

Leave a Reply
Your email address will not be published. *

Click on the background to close