Karen Jonz, campeã mundial de skate, fala sobre o machismo no esporte e os desafios que enfrentou

O Brasil parou para assistir a estreia do skate nas Olimpíadas e o país todo comemorou as medalhas de Kelvin Hoefler e da jovem de 13 anos, Rayssa Leal. Entretanto, outra personalidade que se destacou nas competições de skate nas Olimpíadas de Tóquio foi Karen Jonz, ex-skatista que trabalhou como comentarista durante as disputas nos últimos dias.

Leia mais:

Em entrevista ao UOL, Karen falou sobre os desafios que teve de enfrentar em 2008, quando conquistou ouro nos X Games e também ganhou título de campeã mundial. “Quando participava de campeonato não tinha banheiro feminino”, disse Karen. Ela também contou que ficou emocionada ao ver Rayssa Leal conquistar a medalha de prata. “Ver as meninas se divertindo, com sorriso no rosto, parece que as peças do quebra-cabeça vão se encaixando”. 

Apesar de reconhecer as conquistas e evoluções das mulheres no esporte, Karen enfatiza que isso é o mínimo e fala sobre a importância de que as mulheres tenham mais oportunidades e patrocínios. “Claro que tem que comemorar, porque é a realidade que a gente vive, mas é o mínimo’‘, ela disse. 

A ex-skatista também falou sobre o espaço que as mulheres estão conquistando no jornalismo esportivo. “Quem pode tem que ir lá e fazer por todas, para que em algum momento isso seja automático”, Karen disse, ainda em entrevista para o UOL. “Sempre senti que faltou um pouco mais de aproximação e vivência, porque os homens não se interessam por skate feminino.”

Reprodução Instagram

Sobre o machismo no skate, Karen contou que além de escutar muito preconceito, ela também acabava reproduzindo. “Para tentar me encaixar, eu usava frases machistas que o pessoal ao meu redor falava”, a ex-atleta disse. “Eu tentava parecer um homem.”

Por viver em um ambiente masculino por tantos anos, Karen contou que teve dificuldades para se sentir confortável com sua identidade de gênero e orientação sexual. Com ajuda da terapia, hoje ela sabe muito bem quem ela é. “O feminino tem a ver com acolhimento, sensibilidade e cuidados consigo mesma”, ela disse. 

Reprodução Instagram

Atualmente, Karen Jonz é casada com o músico Lucas Silveira e eles têm uma filha de 5 anos, Sky. A ex-atleta contou que acompanha perfis nas redes sociais sobre educação, feminismo e assédio na infância para poder transmitir os melhores ensinamentos para a sua filha.

Comments

comments

Leave a Reply
Your email address will not be published. *

Click on the background to close