Harmonização facial: o que preciso saber antes de fazer o procedimento?

A harmonização facial é uma técnica que tem ganhado cada vez mais adeptos entre famosos e anônimos. De acordo com uma pesquisa divulgada pelo Google Trends, houve um aumento significativo no número de pesquisas sobre o termo em 2020, principalmente após celebs como Alok e Wesley Safadão aderirem. O tópico é sempre um divisor de águas por muitas pessoas acharem os resultados do procedimento exagerados, o que acaba gerando dúvidas sobre o processo.

Harmonização facial: o antes e depois de Alok

A técnica é um método complexo, que mapeia matematicamente as feições do rosto, para que ele seja preenchido com ácido hialurônico em lugares específicos, buscando a simetria. Especialistas ressaltam que não existe uma fórmula ou padrão, já que cada rosto tem uma estrutura óssea e uma distribuição de gordura diferentes, assim como um padrão de força muscular.

Leia também:

“A primeira coisa que alguém precisa saber antes da harmonização é entender a sua anatomia facial e procurar sempre o embelezamento e não a transformação”, conta o Dr. André Borba, especialista em oculoplástica pela Universidade da Califórnia. “As transformações nem sempre estão relacionadas a beleza. Podem esconder uma baixa autoestima e até estados depressivos que devem ser conduzidos de outra maneira, e não com tratamentos estéticos.”

Por isso, é recomendado consultar um psicólogo para avaliar se, levando em conta a sua saúde mental, o investimento na harmonização facial realmente vale a pena ser feito.

Os cuidados

Se você estiver decididx a fazer o procedimento, alguns cuidados precisam ser levados em conta. Assim como em qualquer cirurgia, é importante procurar um especialista de confiança e realizar as aplicações em etapas para entender o processo de melhoria.

E atenção aos sinais de alerta: “Presença de dor, inchaço e hematomas desproporcionais àquilo que foi realizado merecem uma atenção”, alerta o doutor André.

O profissional ainda ressalta que, após o processo, é possível levar uma vida normal. “Dependendo das regiões tratadas, o procedimento pode ficar dolorido e inchado nos primeiros dias. Vale a pena realizar compressas frias. Em alguns casos o médico prescreverá anti-inflamatórios”, conta o doutor.

“Evite exercícios físicos por pelo menos 3 dias. E o importante é entender que cada caso é um caso e, portanto, a expectativa deve ser realista dentro do que a própria anatomia oferece ao especialista, e a quantidade de seringas a ser utilizada por pessoa pra o tratamento deve ser coerente.”

Quanto tempo o resultado dura?

O ácido hialurônico, usado na harmonização facial, se dissolve naturalmente dentro de 12 a 18 meses. “Mas caso o paciente queira remover os efeitos rapidamente, é aplicada uma enzima chamada Hialuronidase, que vai acelerar a dissolução deste preenchedor”, explica o doutor André.

Foto de destaque: Jacob Lund/Canva

Comments

comments

Leave a Reply
Your email address will not be published. *

Click on the background to close