Dia Mundial do Chocolate: os benefícios do doce mais famoso do mundo

É difícil achar alguém que não goste de chocolate, né?! Seja o amargo, meio amargo, ao leite, com castanhas, frutas ou até em pó, esse doce é muito apreciado por grande parte das pessoas.

Leia também:

Acontece que, além de ser muito amado, o chocolate também é visto como o grande vilão da alimentação saudável, da saúde do organismo e da pele. Por isso, nesse 7 de julho, Dia Mundial do Chocolate, separamos alguns benefícios sobre o doce que vão te surpreender e, talvez, até mudar sua visão sobre ele – tá tudo bem comer um chocolatinho básico quando você quiser, viu!? Olha só:

Sensação de felicidade

Todos os tipos de chocolates são ricos em substâncias que, ao serem ingeridas, ativam a liberação de dopamina no cérebro, gerando a sensação de felicidade.

“Quando consumido em pequenas quantidades e em horários estratégicos, o chocolate pode trazer inúmeros benefícios para nossa saúde, principalmente se o percentual de cacau em sua composição for mais elevado”, revela o Dr. Paulo Lessa, médico e proprietário do Instituto Lessa.

Previne o envelhecimento

Por serem ricas em polifenóis, as guloseimas trazem inúmeros benefícios para o corpo, como a prevenção do envelhecimento precoce. Importante lembrar que esse feito só é alcançado através da escolha de chocolates com altas porcentagens de cacau, já que eles possuem mais compostos ativos, além de terem menos gordura e açúcar.

Melhora o desempenho intelectual

Gorduras boas, como as existentes nos chocolates com no mínimo 70% de cacau, são ótimos combustíveis para o bom funcionamento do cérebro. De acordo com um estudo australiano, o chocolate pode melhorar a memória e o desempenho em tarefas cognitivas. Que massa!

Ajuda na rotina de beleza

O chocolate é um grande aliado na beleza também. Por possuir poder de hidratação e de evitar a oxidação das células, ele está presente em banhos de ofurô, massagens e em algumas máscaras faciais.

Funciona como um anti-inflamatório

Por ser rico em flavonóides, que são compostos bioativos poderosos, o chocolate também auxilia na prevenção de doenças cardiovasculares, AVC e Alzheimer, sendo um ótimo anti-inflamatório. Além de estarem presentes no doce, os flavonoides também podem ser encontrados na uva, no alho, na cebola e no vinho.

Vale lembrar que, mesmo com todos os benefícios, não podemos abusar. O Dr. Paulo orienta a sempre tentar optar por tabletes com no mínimo 70% de cacau. “Nunca deixe de olhar no rótulo e verificar se o primeiro ingrediente listado na sua composição é o cacau ou a massa de cacau. Também é necessário observar se o último ingrediente é, de preferência, Xylitol, Stévia, açúcar de coco, demerara ou orgânico, evitando assim o açúcar e vários outros ingredientes que fazem mal para nossa saúde”, conclui.

Comments

comments

Leave a Reply
Your email address will not be published. *

Click on the background to close