Deputada quer barrar propagandas com temática LGBTQIA+

Na próxima quinta, 22, será votado na Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo) um projeto de lei que visa barrar propagandas com pessoas LGBTQIA+. A autora desse absurdo é a deputada estadual Marta Costa (PSD). Segundo ela, o intuito é sair “em defesa da família tradicional e dos valores éticos cristãos”.

Leia também:

“É nossa intenção limitar a veiculação da publicidade que incentive o consumidor do nosso Estado a práticas danosas”, diz o texto do Projeto de Lei Nº 504 de 2020. “O uso indiscriminado deste tipo de divulgação trariam real desconforto emocional a inúmeras famílias além de estabelecer prática não adequada a crianças.”

A Associação Brasileira de Agências de Publicidade (Abap) emitiu uma nota protestando contra o projeto. Segundo a associação, a proposta é inconstitucional por “impor discriminação à liberdade de expressão comercial e ao direito de orientação sexual”, além de ser “censura de conteúdo, abrindo um precedente perigosíssimo para a liberdade de expressão e aos direitos de minorias”.

Agências de renome, como África, WT Brasil e Almap usaram as redes sociais para protestar contra o projeto. “Não basta só apoiar a #propagandapeladiversidade, temos que lutar diariamente, inspirando-se na força que a comunidade sempre carregou”, declarou um comunicado da Almap.

Comments

comments

Leave a Reply
Your email address will not be published. *

Click on the background to close