Daniel Radcliffe sobre comentários transfóbicos de J.K. Rowling: “Mulheres trans são mulheres”

Durante o último fim de semana, J.K. Rowling, autora de Harry Potter, foi criticada após fazer um comentário sobre a frase ‘pessoas que menstruam’, indicando que a palavra usada deveria ser ‘mulheres’ – várias pessoas apontaram que o comentário exclui mulheres trans.

Leia também:

Nesta segunda, 8, o ator escreveu uma carta aberta dizendo que “mulheres trans são mulheres” e que “qualquer declaração ao contrário apaga a identidade e a dignidade de pessoas transgênero e vai contra todos os conselhos dados por associações profissionais de saúde.”

O texto foi publicado na íntegra no site do Trevor Project, uma organização sem fins lucrativos dedicada à intervenção de crise e à prevenção de suicídios para pessoas da comunidade LGBTQ.

“Sei que alguns veículos de imprensa vão provavelmente retratar isso como uma briga entre J. K. Rowling e eu, mas não é isso”, adicionou ele. “78% dos jovens transgênero e não-binários relatam que foram alvo de discriminação por causa de sua identidade de gênero. Está claro que precisamos fazer mais para apoiar as pessoas transgênero e não-binárias, não invalidar suas identidades, e não causar maior dano.”

Vale lembrar que Daniel é ativista aliado LGBTQ desde 2009 e já ganhou diversos prêmios por conta disso.

Comments

comments

Leave a Reply
Your email address will not be published. *

Click on the background to close