As 10 melhores séries de 2020

As séries de TV e streaming tiveram um protagonismo nunca antes visto em 2020. Em meio a pandemia do coronavírus e as ordens de restrição e quarentena no mundo inteiro, maratonar episódio atrás de episódio foi um grande escapismo para o caos que estava acontecendo lá fora.

Leia também:

Analisar as séries que mais nos conquistaram nos últimos anos nos levou a um buraco negro do xadrez competitivo, nos apresentou a história emocionante de Michaela Coel, nos lembrou o quão maquiavélicos os super-heróis podem ser e nos enviou em uma jornada primorosa por uma galáxia distante.

A gente sabe, analisar todas aquelas horas de conteúdo em uma lista com apenas 10 itens é uma façanha e tanto, mas a gente se esforçou e aqui está o nosso Top 10 melhores séries do ano.

10. Lovecraft Country

Na década de 1950, nos Estados Unidos, Atticus Black se junta a sua amiga Letitia e seu tio George em uma viagem em busca de seu pai desaparecido no sul do país sob forte segregação racial. Essa grande surpresa lançada pela HBO tem uma habilidade extraordinária de te fazer rir e manter uma cara séria ao mesmo tempo. De ser divertida e séria. E apesar de efeitos especiais deslumbrantes – outro grande ponto -, o grande foco de Lovecraft Country está nos personagens convincentes e em seus relacionamentos. Disponível na HBO GO.

9. Disque Amiga para Matar

Depois de conquistar os críticos na primeira temporada, esta série estrelada por Christina Applegate e Linda Cardellini ganhou episódios ainda mais divertidos. Misturando terror com suspense e muita comédia, Disque Amiga para Matar é fascinante, emocionante, trágica e com uma dose de emoção bem convincente. E seu retrato de amizades femininas é diferente de qualquer outra série com duas protagonistas femininas. Disponível na Netflix.

8. As Five

Nesta série exclusiva do Globoplay, a emissora expandiu um universo descoberto em Malhação: Viva a Diferença e se aprofundou nas vidas do quinteto de amigas Keyla (Gabriela Medvedovski), Ellen (Heslaine Vieira), Lica (Manoela Aliperti), Tina (Ana Hikari) e Benê (Daphne Bozaski). É uma série que ecoa representatividade e debate questões importantes para a geração Z, como relações sexuais e drogas de uma maneira séria e realista. Disponível no Globoplay.

7. The Crown

Nesta quarta e aguardada temporada, The Crown segue a vida e o reinado da Rainha Elizabeth II (Olivia Colman). Porém, desta vez, ela divide a atenção com outras mulheres que ganharam destaque no cenário real a partir dos anos 80, como, por exemplo, a princesa Diana (Emma Corin). Trata-se de uma trama ficcional, mas ainda feita com riqueza, sofisticação e cuidado, além de atuações fantásticas e um banquete visual quando se trata dos looks. Disponível na Netflix.

6. Ratched

Mais uma obra de Ryan Murphy estrelada por Sarah Paulson, Ratched mostra a vida da enfermeira de mesmo nome protagonista de Um Estranho no Ninho, clássico de 1962. O personagem sombrio e manipulador, mas ocasionalmente de coração terno de Paulson é divertido de assistir, especialmente quando se coloca junto uma absolutamente maravilhosa Cynthia Nixon. Disponível na Netflix

5. The Boys

A segunda temporada dessa série que mostra a verdadeira – e maléfica – faceta dos super-heróis conseguiu ser ainda melhor do que a primeira. Os arcos da história de cada um dos personagens e a própria trama geral continuaram a florescer muito bem nesses novos episódios. A trama satiriza nossa cultura atual e o complexo industrial das histórias em quadrinhos lindamente. Só prepare o estômago para as cenas gore meio difíceis de assistir. Disponível na Amazon Prime Video.

4. Little Fires Everywhere

Reese Witherspoon e Kerry Washington protagonizam essa série que denuncia as diversas formas de racismo estrutural que nos deparamos todos os dias em nosso cotidiano. É uma série que preenche muitos requisitos, graças à sua capacidade de combinar boas doses de comédia, drama adolescente e um retrato nítido da desigualdade de classes. Disponível na Amazon Prime Video.

3. The Mandalorian

O Mandaloriano e a Criança continuam sua jornada, enfrentando inimigos e reunindo aliados enquanto fazem seu caminho através de uma galáxia perigosa na era tumultuada após o colapso do Império Galáctico. A história de The Mandalorian é divertida, interessante e se encaixa bem em toda a tradição de Star Wars. Os episódios mostram realmente a forma como a franquia de filmes deveria te animar, surpreender e mantê-lo querendo mais. Disponível na Disney Plus.

2. O Gambito da Rainha

Se você se sentiu atraído por jogos de xadrez nessa quarentena, a culpa é dessa obra primorosa estrelada pela excelente atriz Anya Taylor-Joy. O Gambito da Rainha é tão bem escrita e adaptada que parece uma história verdadeira – e, de verdade, nos faz desejar que fosse. Cada cena é um banquete de cores, de lições de moda, e de uma fotografia incrivelmente linda. As histórias de personagens entrelaçadas trazem vida e direcionam o interesse ao xadrez para o que poderia ter sido um assunto mundano e chato. Já estamos prontos pra maratonar mais uma vez. Disponível na Netflix.

1. I May Destroy You

Apenas aplausos para a melhor série de 2020. I May Destroy You é ao mesmo tempo corajoso e delicado, mostrando o trauma que envolve drogas e agressão sexual com um certo humor e momentos de profundo desconforto – todos mantidos juntos pela força do talento inegável da atriz Michaela Coel. Ela é capaz de explorar tantas camadas diferentes de poder enquanto desenvolve seu personagem que é impressionante. Coel é magnética e memorável, com certeza, e você não conseguirá tirar os olhos dela. Disponível na HBO GO.

Comments

comments

Leave a Reply
Your email address will not be published. *

Click on the background to close