Ariana Grande é questionada por ser a atração principal de um evento LGBTQ em Manchester

Foto: Shutterstock

Depois de um ataque terrorista em 2017 ter causado a morte de dezenas de fãs após um show de Ariana Grande em Manchester, na Inglaterra, a cantora anunciou que está voltando oficialmente para celebrar a parada do orgulho LGBTQ na cidade. Porém, ela acabou se envolvendo em uma polêmica depois que alguns fãs questionaram por que um artista hetero é a atração principal de uma festa centrada em pessoas LGBTQ.

Leia também:

“A comunidade lgbtq foi tão especial para mim e apoiadora durante toda a minha carreira”. escreveu Ariana no Twitter. Ela acrescentou que queria “celebrar e apoiar” os fças LGBTQ “independentemente da minha identidade ou como as pessoas me rotulam”.

“Representação LGBT é incrivelmente importante, e tenho orgulho de dividir o palco com artistas LGBT”, continuou ela. “Ao longo dos anos, eventos do orgulho gay tem sido estrelados por artistas de todas as orientações sexuais e gêneros, incluindo aliados héteros como Cher e Kylie Minogue. Eu acredito que há espaço para nós falarmos desses assuntos sem igualar uma performance *para* o público LGBT com exploração da comunidade. Não estou reivindicando ser a heroína da comunidade ou a cara do movimento dos direitos dos LGBT – eu só quero fazer um show que faça meus fãs LGBT se sentirem especiais, celebrados, e apoiados”.

A cantora também falou sobre as críticas sobre os preços altos dos ingressos para o evento. Um fã no Twitter a acusou de explorar a comunidade para ganhar dinheiro. “Não tenho nada a ver com os preços dos ingressos – Manchester Pride define as taxas e a maior parte delas está fora do meu controle”, rebateu.

 

Comments

comments

Leave a Reply
Your email address will not be published. *

Click on the background to close