Apenas 6% das bonecas disponíveis no mercado são negras, diz estudo

Mesmo com alguns recentes avanços no quesito representatividade, bonecas pretas representam apenas 6% das disponíveis no mercado atualmente, segundo levantamento Cadê Nossa Boneca, feito pela organização Avante – Educação e Mobilização Social.

Leia também:

Dentre as empresas analisadas pelo estudo, apenas oito possuem bonecas negras no catálogo. A pesquisa feita em ecommerces de 14 dos 22 fabricantes de brinquedos associados a Associação Brasileira dos Fabricantes de Brinquedos (Abrinq) também mostrou que a proporção de bonecas negras em comparação com as brancas é inferior a 20%.

Em resumo: em um país que conta com 53,6% da população negra, segundo o IBGE, apenas 6% das bonecas disponíveis nos sites de fabricantes representam essas pessoas.

Em estudos anteriores, realizados em 2016 e 2017, o percentual de bonecas negras encontradas foi de 6,3 e 7%, respectivamente.

“Ter bonecas pretas é necessário para uma educação mais justa, para alcançar as ideias de diversidade, de valorização do sujeito, de fortalecimento da autoestima, das inter-relações pessoais e sociais da criança”, declarou Ana Marcílio, psicóloga, consultora associada da Avante e idealizadora da campanha.

Para Mylene Alves, também idealizadora da campanha Cadê Nossa Boneca, “a criança apreende o mundo por meio do brincar. É essencial que ela tenha referências para que compreenda a si mesma e receba estímulos para que entenda que vive e convive com outros num ambiente de diversidade. Muito do que nos tornamos quando adultos está enraizado na nossa infância, de forma que para sermos emocionalmente saudáveis.”

Comments

comments

Leave a Reply
Your email address will not be published. *

Click on the background to close