8 anos de Fifth Harmony: 5 fatos para continuar amando a girlband

Quem faz aniversário nesta segunda, 27, é a banda Fifth Harmony – e nosso coração não tá aguentando de tanta emoção. São 8 anos de história.

Leia também:

E apesar de a girlband ter anunciado sua separação em março de 2018, suas músicas ainda são marcos do pop feminista. Ally Brooke, Normani Kordei, Dinah Jane, Camila Cabello e Lauren Jauregui criaram o grupo em 2012, após ficarem em terceiro lugar no concurso musical estadunidense The X Factor. A partir de então, foi um sucesso atrás de outro. Vamos relembrar alguns?

PERFORMANCE DE IMPOSSIBLE
Impossible, da cantora Shontelle, foi a primeira música que as meninas cantaram juntas, ainda durante o programa. A performance chamou a atenção dos jurados, inclusive do rígido Simon Cowell, dono da gravadora Syco Music, a qual assinou contrato com o grupo após o fim do concurso.

PRIMEIRO SINGLE
Após alguns meses de espera, em Junho de 2013, Fifth Harmony lançou o single Miss Movin’ On. Com seu ritmo pop contagiante e sua letra “girlpower”, a música logo conquistou muitas fãs. Ou melhor, muitas Harmonizers…

TRABALHO EM EQUIPE
Ally, Normani, Dinah, Camila e Lauren sempre foram muito unidas e têm uma amizade que encanta a todos, até hoje. O nome do primeiro EP delas não poderia ser outro, senão “Better Together” (melhores juntas, em português). Em 2016, Camila Cabello saiu da banda para investir na carreira solo. Infelizmente, a saída da cantora não foi muito pacífica. Houve um desentendimento tanto da parte da diva, quanto da parte da girlband.

CHUVA DE PRÊMIOS
O certificado de ouro pela música Miss Movin’ On foi o primeiro prêmio da banda. Depois disso, as meninas conquistaram muitos outros títulos, como 5 prêmios no VMA da MTV e 9 Teen Choice Awards. A empresa de informação Nielsen Soundscan divulgou em 2016 que Fifth Harmony tinha rendido 1,6 bilhões de download digital, só nos Estados Unidos.

GIRLPOWER
As meninas do Fifth Harmony eram bem diferentes entre si, cada uma com sua personalidade bem individual. Entretanto, elas tinham o objetivo de usar a música para passar a mesma mensagem: o poder feminino. Músicas como Reflection e BO$$ se tornaram hinos para uma geração de meninas adolescentes.

Não é fácil relembrar tudo isso sem um sentimento de nostalgia e saudade. Fifth Harmony nos deixou muita música boa, performances com vozes poderosas e danças incríveis e uma mensagem de autoaceitação: “Eu valho a pena” (I’m worth it).

Comments

comments

Leave a Reply
Your email address will not be published. *

Click on the background to close