SPFW sofre críticas por continuar evento após morte de modelo

No último sábado (27) uma fatalidade chocou quem assistia ao desfile da marca Okcsa, na São Paulo Fashion Week. O modelo Tales Cotta desmaiou na passarela após um mal súbito e acabou morrendo horas depois. O que muita gente estranhou foi que o evento continuou normalmente.

Nas redes sociais, muita gente – inclusive nomes da moda que estavam na SPFW – protestaram e disseram que tal atitude foi uma “desumanidade”.

No próprio evento, Rico Dalasam, um dos convidados da Cavalera, protestou em plena passarela. “O garoto acabou de morrer e vocês estão aqui. Como se a vida não valesse nada, não era para ninguém estar aqui. Enquanto os ricos não lamentarem a morte dos negros, dos brancos e da humanidade das pessoas, a agonia vai estar no travesseiro de todo mundo.”

 

View this post on Instagram

 

A post shared by FILHAS DE FRIDA ♀ (@filhasdefrida) on

Mesmo com o pronunciamento da SPFW, usuários do Twitter usaram a rede social para criticarem o evento.

A Ockasa, por sua vez, emitiu um comunicado lamentando o acontecido e pedindo desculpas por terem continuado o desfile normalmente:

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Också (@ocksaofficial) on

Comments

comments

Leave a Reply
Your email address will not be published. *

Click on the background to close