Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Um projeto de lei no Canadá promete mudar a rotina de muitas mulheres no trabalho. Christy Clark, primeira-ministra da Colúmbia Britânica, província do país, quer acabar com a regra de salto alto obrigatório para mulheres nos escritórios.

Estudo revela que 15 milhões de meninas menores de idade se casam todo ano

Mulheres de todas as partes do mundo se unem em protesto do Dia Internacional da Mulher

Em discurso, Michel Temer diz que só mulher é capaz de indicar ‘desajustes’ de preço no supermercado

Em comunicado, Clark disse que a obrigação é “inaceitável” e “fora de moda”. O seu posicionamento vai de acordo com o posicionamento do Partido Verde canadense, que propõe um projeto de lei que proíbe requisitos de calçados de acordo com o gênero nas empresas.

“Esta é uma questão de direitos humanos. Eu não entendo como as pessoas ainda fazem isso em 2017. O que eu fiz no projeto de lei é tornar ilegal para um empregador exigir calçados diferentes dependendo do seu sexo, gênero ou identidade de gênero”, explica Andrew Weaver, líder do partido, em entrevista à CBC.

“[Se] vai ser uma questão de código de vestimenta que todos em um restaurante usam sapatos de salto alto, então cada homem teria que usar também. E eu suspeito de que haveriam alguns protestos”, continuou.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Comments

comments

Leave a Reply

Your email address will not be published.