Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

O casal João Pedro Schonarth e Bruno Banzato, moradores de Água Verde, Curitiba, foram vítimas de uma campanha homofóbica recentemente. Eles, que estão na lista para adotar uma criança, estamparam um panfleto com comentários preconceituosos na rua onde moram. “Em breve, sua rua será mais ‘alegre’!!! Todos os dias nos passeios matinais ou dos finais de tardes terá a visão para inspirar e influenciar toda a vizinhança: você, seus filhos, seus netos e amigos”, dizia o folheto.

#OrgulhoDeSer: youtubers se unem em campanha para celebrar o orgulho LGBT

10 famosos héteros que apoiam a causa gay!

Tal ato homofóbico e repleto de ódio gerou uma reação de amor e solidariedade por parte de amigos e familiares do casal. Durante o último fim de semana, cerca de 300 pessoas participaram de um ato pacífico e espalharam mensagens de amor e tolerância por todo o bairro.

João e Bruno estão juntos há sete anos e esperam na fila de adoção há dois.

Em entrevista ao HuffPost Brasil, João Pedro contou que pretende continuar na fila de adoção. “A gente vai ficar e resolveu lutar. Vamos ser pais de um filho com dois pais homossexuais. Eu não quero que ele passe por isso”, disse. “Preciso mostrar que ser diferente não é problema. E no fundo, a gente é mais igual do que diferente. Assim como uma família tradicional, queremos ter nossa casa, formar nossa família e ter qualidade de vida. Temos tanto direito de viver na sociedade quanto as outras pessoas.”

 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Comments

comments

Leave a Reply

Your email address will not be published.