A última quarta, 8, Dia Internacional da Mulher, foi marcado por protestos em diversas partes do mundo. Países latino-americanos como Argentina, Guatemala, Brasil e Uruguai saíram às ruas protestando e debatendo a violência contra a mulher, enquanto os Estados Unidos aderiu ao “dia sem mulher”, onde as mulheres não foram trabalhar com a intenção de mostrar a falta que elas podem fazer dentro de grandes empresas.

Em discurso, Michel Temer diz que só mulher é capaz de indicar ‘desajustes’ de preço no supermercado

8 mulheres negras que mudaram o mundo e fizeram história

Em Paris, a Aliança das Mulheres para a Democracia e as Edições para Mulheres lançaram um apelo para dedicar o dia à romancista turca Asli Erdogan, que enfrenta uma sentença de prisão perpétua e está proibida de sair do país – ela é acusada de pertencer a uma “organização terrorista” por causa de suas matérias escritas em um jornal.

Na capital da Espanha, Madri, as mulheres deram ênfase para as vítimas da violência doméstica. 10 mil manifestantes se reuniram em frente à Prefeitura com placas como “Danos trabalhistas, não”, “Justiça” e “Caladinha NÃO está mais bonita”.

Veja fotos da manifestação ao redor do mundo:

evento-1

evento-4

evento-3

womens-day-usa-dc-1

Comments

comments

Leave a Reply

Your email address will not be published.