Governador de Porto Rico anuncia que vai banir práticas de “cura gay”

O governador de Porto Rico, Ricardo Rosselló, assinou na última sexta (27), uma ordem banindo terapia de conversão sexual em menores de idade e pessoas trans. Segundo o governo, a prática é considerada criminosa.

Leia também:

“Hoje damos um passo adiante para conscientizar as pessoas sobre esse tipo de prática que causa dor e sofrimento”, disse Rosselló, que ainda acrescentou que a proibição vai ajudar a “proteger as crianças”.

“O amor e o respeito devem sempre prevalecer sem distinção de orientação sexual, raça, cor ou religião”, continuou. “Como pai, como cientista e como governador acredito firmemente que a ideia de que há pessoas que precisam de tratamento por causa de sua identidade de gênero não é apenas absurda; é prejudicial crianças, jovens e adultos que merecem ser tratados com dignidade e respeito.”

Com isso, Porto Rico – território não incorporado dos EUA – se torna o 16º Estado da região a decretar a proibição.

No Brasil, a homossexualidade foi retirada do catálogo de doenças mentais do Código Internacional de Doenças em 1990. Porém, em 2011, um deputado disse que a população LGBTQ brasileira poderia ser “revertida”.

Em 2017, o assunto voltou a ser pauta quando o juiz da 14ª Vara Federal do Distrito Federal, Waldemar Claudio de Carvalho, declarou que o Conselho Federal de Psicologia (CFP) não deve vetar o tratamento psicoterapêutico a LGBTQs. Segundo ele, a proibição causaria “dano à liberdade profissional para produção científica”.

 

Comments

comments

Leave a Reply
Your email address will not be published. *

Click on the background to close