Anitta falha em entregar álbum coeso e aposta em playlist de singles em “Kisses”

Sem lançar álbum desde 2015 – mas nem um pouco fora da mídia – Anitta divulgou nesta sexta (5) a sua mais nova empreitada: Kisses, disco trilíngue que conta com canções em português, inglês e espanhol.

Leia também:

O lançamento é claramente focado no mercado internacional. Das dez músicas, apenas duas são em português – uma em parceria com Ludmila e Snoop Dogg e outra uma balada romântica MPB feita com Caetano Veloso. Apesar da tentativa, a carioca falhou em entregar um disco coeso, porém acertou ao lançar uma coletânea de singles e hits certeiros – mesmo que eles não se conversem entre si.

Kisses começa com Atención, que mais parece uma versão em espanhol de Formation, da Beyoncé. No fundo, a cantora brinca dizendo frases como “Vocês pensaram que eu não ia rebolar a minha bunda em espanhol, né? Sou de Honório Gurgel”.

Banana, parceria com a norte-americana Becky G tem uma batida interessante, uma letra safadinha e um refrão que gruda. Certamente deve performar bem nas paradas musicais ao redor da América Latina. O problema aqui é que Becky se destaca mais do que Anitta – parece que é uma música dela em parceria com a diva brasileira, e não o contrário.

O funk surge pela primeira vez em Onda Diferente, o ponto alto de Kisses. Falando claramente sobre maconha, Anitta canta com Ludmilla e Snoop Dogg versos como “Sai da minha frente, hoje eu vou dar trabalho em uma onda diferente.” É a melhor música do disco justamente por isso: traz uma batida que realmente tem a cara da cantora carioca. Apesar de trazer uma batidas de trap, não deixa de entregar exatamente o DNA que levou Anitta ao estrelato. Infelizmente, esse é um dos poucos momentos que acontece isso no disco.

Sin Miedo é mais uma prova de que Kisses segue as leis do mercado latino: batidas reggaeton com uma pegada eletrônica. Poquito é um ponto alto do disco. A parceria com Swae Lee, cantada em inglês, é uma balada romântica em trap que gruda na cabeça e apresenta ótimos vocais da cantora.

Já Tu Y Yo… Descartável e não acrescenta em absolutamente nada no disco. Se parece com uma versão em espanhol e genérica de Poquito. Get to Know Me, produzida por Alesso, tem uma batida gostosa de ouvir, mas se destoa do resto do disco por ter uma pegada mais dance. Isolada, é uma boa canção.

Rosa, colaboração com Prince Royce, segue os moldes de Sin Miedo, assim como Juego, duas músicas totalmente apoiadas no que está em alta no mercado latino. Um dos pontos altos do disco fica pro final: Você Mentiu, com Caetano Veloso, é uma deliciosa balada MPB.

Kisses me deixou com a sensação de que Anitta não ousou em nada. Seguiu as tendência do mercado latino, se jogou no reggaeton e nas batidas trap e acertou o tom apenas em uma ou duas músicas, como Onda Diferente Você Mentiu. 

Não acho ela errada em lançar um disco apenas focada nos números, mas comparado com lançamentos excelentes no pop nacional em 2018 – Iza, Duda Beat, Pabllo Vittar… -, Kisses deixa a desejar.

Comments

comments

Leave a Reply
Your email address will not be published. *

Click on the background to close