10 dicas de como ajudar alguém dependente químico

Foto: Shutterstock
Nesta terça, 24, a cantora Demi Lovato foi encontrada inconsciente em sua casa após ter sofrido uma suposta overdose. O caso abriu luz para um debate sobre o uso e abuso de drogas entre jovens e adolescentes.

Leia também:
Os termos mais usados por pessoas com depressão

6 coisas que você nunca deve dizer para uma pessoa com depressão

Primeiro de tudo, é muito importante quebrar todo esse estigma ao redor do uso de drogas e iniciar conversas que ajudem o máximo de pessoas. O Disque 132, por exemplo, é um serviço gratuito que ajuda pessoas que estão passando por esse sério problema.

Por aqui, a gente selecionou dez dicas de como ajudar uma pessoa próxima que está sofrendo com a dependência química:

1- Escute a pessoa
Seja o melhor amigo que você puder ser. Existem razões pela quais essa pessoa acabou recorrendo a drogas. Escutá-lo sempre pode te ajudar a entender o motivo do vício e pode te ajudar a enxergar como você pode contribuir.

2- Mostre empatia
Não julgue o vício. Se coloque no lugar da outra pessoa. Você pode ajudar a aliviar a dor dela escutando-a e demonstrando compaixão.

3- Determine o nível de dependência da pessoa
O ideal é ajudar esse amigo antes que problemas graves como perder o emprego, amigos e problemas financeiros surjam. É importante deixar os entes queridos e familiares alertas caso o vício comece a se tornar algo que está impedindo essa pessoa de avançar na vida.

4- Não enfrente o problema sozinho
Peça ajuda de amigos próximos e familiares do dependente químico. Não tome esse fardo pra você mais do que pode aguentar. Respeite os seus próprios limites.

5- Estabeleça limites
É importante deixar claro para o dependente químico que você está disposto a ajudar, porém não vai se envolver em qualquer ação que promova a utilização de drogas e muito menos acobertar tais ações.

6- Convença a pessoa a pedir ajuda
Pode ser que seja preciso forçar a pessoa a considerar as consequências de não conseguir ajuda. Se for o caso, faça isso com empatia. Mostre a ela os perigos e estatísticas a respeito de quem perdeu a mão no vício e acabou sendo preso ou morto.

7- Sugira um programa de reabilitação
Se a pessoa não aceitar ajuda, vale conversar com a família dela. Se uma intervenção não for necessária, ajude a pessoa a pesquisar sobre a dependência química e sobre os planos de tratamento recomendados.
8- Não saia da vida dela
Se a pessoa aceitar e iniciar o tratamento em uma clínica, não deixe de acompanhar e fazer visitas sempre que possível. Mostre que a amizade de vocês vai se tornar ainda mais forte quando ela estiver curada.

9- Fique atento com recaídas
É importante lembrar que a dependência química não tem cura. Ela pode ser controlada, mas, mesmo após o tratamento, é importante um acompanhamento diário para evitar recaídas. Continue se mostrando pronto a ajudar caso isso aconteça.

10- Inclua a pessoa de volta ao seu círculo social
Faça essa pessoa se senti querida e amada após e durante o tratamento. Mostre que a vida sem drogas pode ser muito mais divertida e cheia de pessoas queridas ao se redor.

Comments

comments

Leave a Reply
Your email address will not be published. *

Click on the background to close