10 celebridades que se assumiram LGBTs publicamente

Em um momento em que as pessoas LGBTs enfrentam problemas inenarráveis, a visibilidade é mais importante do que nunca. Depois de anos de avanços consideráveis, 2018 tem parecido, em muitos aspectos, um retrocesso gigantesco para a igualdade LGBT em nível mundial. Contra esse pano de fundo político, ver atores, artistas e outras celebridades compartilhando quem eles realmente são sem medo ou vergonha é uma inspiração que todos nós precisamos ter. Independente dos caminhos que eles tomarem, estes 10 rostos foram importantes nomes que se assumiram LGBTs e ajudaram a formar uma conversa importante sobre aceitação.

Leia também:

Brandon Flynn
O ator de 13 Reasons Why se assumiu homossexual em setembro de 2017, quando se posicionou a favor do casamento igualitário na Austrália. “Muitos dos meus amigos foram jogados para fora de suas casas, mantidos no armário, agredidos, mortos, ridicularizados por igreja e estado, internados… e você está assustado que, se votarmos sim, você não vai poder mostrar o seu ódio por nós.” Desde então, ele tem postado cliques fofíssimos ao lado do namorado Sam Smith. <3

A post shared by Brandon Flynn (@flynnagin11) on

Fernanda Gentil
A jornalista esportiva assumiu o namoro com a também jornalista Priscila Montandon em 2016. Sem rodeios, ela falou que estava feliz e que o mundo não iria acabar e nada iria mudar por conta dessa revelação.

Bruna Linzmeyer
Em maio de 2016, a atriz Bruna Linzmeyer se assumiu homossexual e revelou que estava namorando com outra mulher. Hoje em dia, ela comenta abertamente sobre sua orientação sexual ao lado da namorada, Priscila Visman.

Aaron Carter
Em 2017, o astro revelou que  “começou a achar meninos e meninas atraentes” como um adolescente, e tinha tido uma experiência amorosa com um rapaz com quem ele havia trabalhado. “Eu definitivamente abracei a minha bissexualidade e, você sabe, ainda é novo para mim, porque eu só comecei a falar sobre isso agora”, disse em uma entrevista em dezembro do ano passado.

Daniela Mercury
A cantora baiana Daniela Mercury revelou que se casaria com uma mulher em 2013. “Malu agora é minha esposa”, disse ao revelar que estava em um relacionamento com a jornalista Malu Verçosa. Desde então, Dani abraçou a causa LGBT e, como embaixadora da Unicef, já declarou sua posição e militância na ONU. Que maravilhosa!

Shannon Purser
A atriz de Stranger Things Riverdale se assumiu lésbica em 2017. “Apenas recentemente saí como bissexual para minha família e amigos”, escreveu ela em um tweet comovente. “É algo que eu ainda estou processando e tentando entender e não gosto muito de falar sobre isso. Sou muito nova na comunidade LGBT.”

Cara Delevingne
A atriz e modelo Cara Delevingne se assumiu bissexual em 2015 em uma entrevista para a revista Vogue. “Acho que estar apaixonada pela minha namorada tem muita relação com eu estar tão feliz com quem eu sou. Considero um milagre essas palavras terem saído da minha boca. Demorou muito para que eu aceitasse essa ideia, até que eu me apaixonasse por uma garota aos 20 anos e entender que eu precisava aceitar isso.”

Ellen Page
A eterna Juno é um dos maiores símbolos da luta pela defesa dos homossexuais no mundo. Em fevereiro de 2014, ela fez um discurso emocionante durante uma conferência, onde falou sobre sua sexualidade sem rodeios. “Estou aqui hoje por ser gay e por acreditar que talvez eu possa fazer alguma diferença, para ajudar outras pessoas a terem uma vida mais tranquila e a viverem em tempos mais esperançosos.”

A post shared by @ellenpage on

Neil Patrick Harris
Estrela do seriado How I Met Your Mother, Neil Patrick Harris assumiu a sua homossexualidade em 2006, durante uma entrevista para a revista People. “Sou um homem gay muito realizado, vivendo a vida de forma plena”, contou.

A post shared by Neil Patrick Harris (@nph) on

Daniel Newman
O astro de The Walking Dead se assumiu bissexual recentemente. “Quando você está realizando coisas incríveis e está escondendo quem você é, você está ferindo centenas de milhões de pessoas”, disse ele. “Então, por ficarmos calados, somos parcialmente culpados por crianças sendo espancadas e ridicularizadas, estereótipos e estigmas.”

A post shared by DANIEL NEWMAN (@danielnewman_) on

Comments

comments

Leave a Reply
Your email address will not be published. *

Click on the background to close